quinta-feira, 17 de setembro de 2009

A gente se cuida

Em meio às desculpas e licenças alcanço uma poltrona no final do ônibus. Com uma mão guardo meu bilhete único recém-vazio, com a outra surge Fiódor Dostoiévski e Memórias da Casa dos Mortos. O livro é atraente e cheio de mistérios, antes de abri-lo, guardo as moedas que garantirão minha passagem no final da tarde. Me entrego à história.
Ao longe, de quando em quando um apito surdo avisa a parada. As pessoas sobem, descem, conversam, gargalham e reclamam, eu leio. Concentrada na Festa de Natal dos presos, não percebo a entrada do homem de sua sacola. “Atenção senhores passageiros”, ele grita. Finjo não perceber, mas ele continua. “Fui drogado. Ninguém acreditava em mim, mas a PROLIB apostou em minha vida”. Continuo olhar o livro sem me atentar a uma única palavra.
“Hoje estou curado, hoje cuido de outros viciados, hoje trago a vocês uma cartão que não tem valor. Você podem pagar o que quiserem por ele”. Fechei o livro. “O dinheiro será revertido para salvar vidas” Afundei os dedos no bolso e, sem pensar muito, levei às mãos dele, as minhas últimas moedas.
Horas mais tarde sai do trabalho. Um leve desespero tomou conta do meu peito, a falta de dinheiro. Ainda assim, dei sinal. Atravessei o curto corredor e a catraca me barrou. Afastei na inútil tentativa de saber o que fazer. Ao longe, de quando em quando um apito surdo avisava a parada. Mal pude ouvir quando disseram.“Vem moça, eu passo para você, você tá perdoada!”.
Vamos montar um mundo que você cuida dele e eu cuido de você. Se você acreditar que é possível eu posso confiar em você.
Por Natália Oliveira

12 comentários:

sblogonoff café disse...

Raios de sol logo no início da madrugada! É que agora é 0:27.
E seu texto é uma luzinha nesse mundo onde muitas vezes a gente não cuida.
Conseguindo ler Recordações da Casa dos Mortos (acho que foram os piores anos de Dostoiévski) e dar de si mesma... Ah, isso foi bonito!
Maior que seu proóprio texto!

Que a vida nos ilumine e que tenhamos dom de vaga-lume!!

Sopro de Eves!

Anônimo disse...

Nossa, que lindo!!! Belíssima atitude!
Que o nosso "Papai" descarregue um caminhão de bençãos sobre a sua vida. Tenha um lindo dia!
Bjus.

Laurinha disse...

São tão simples os atos pra fazer um mundo melhor. Pra gente cuidar não só de nós, mas também dos nossos irmãos.
Basta um sim, basta estender a mão, abrir o sorriso e na verdade abrir o coração.
Com vc e com suas palavras o mundo fica um tantinho mais colorido.
Lindo lindo lindo o texto!

Mulher Vã disse...

Linda atitude que me arrepiou!

bem, acho meio seiláentende isso de dizer "tem selo pra voce, tia" Mas acho que tu não percebeu o seu!! Pronto, faleei!! >=P

Beijo


sblogonoff café disse...

Tenho um kit de respostas pra você:

1 - Tem resposta no sblogonoff

2 - Tem resposta no seu email

3 -Tem isso aqui!

Rs!

Pensamento aqui é Documento disse...

Mi.

Confesso: há algumas semanas, parei por alguns dias o livro. As escritas dele me provocam loucura, rs.

"Que a vida nos ilumine e que tenhamos dom de vaga-lume!!" Amém!

=D

-

Rô!

Que delícia de desejo! Sobre as nossas vidas!

-

É verdade, Lá!

É tão simples. Que sejamos multiplicadores das mãos estendidas, dos olhares acolhedores e de vida em abundância.

-

Vã!

Gosto da sua companhia!

-

Mi!

Adoro kit de respostas!

rs

Estou em dia com todas elas!

Espero a sua.

-

Beiiijos, companheiros de mundo melhor

Mulher Vã disse...

É aqui: http://citricaedoce.blogspot.com/2009/08/homenagem-selistica.html

voce pode salvar imagem e se quiser, colocar em seu blog! =P





beijoes!

Pensamento aqui é Documento disse...

Oba!

Gostei!

=D

Vou tentar colocá-lo!

Sou tão leerdinha para tecnologias..

rs

Beijo, beijo

Dayse Oliveira disse...

Nossa Naty, que texto maravilhoso. As palavras voaram de meus dedos e não consigo ser fiel aos meus sentimentos. Resta-me dizer que esses pássaros belíssimos chamados palavras de incentivo hoje voaram, foram visitar o personagem recuperado de seu texto... Papai anda com você todo o tempo.

Laila Gothic Princess disse...

Olá!
O grupo Ladera Produções convida Pessoas com Necessidades Especiais para participar de um programa de TV, no quadro que aborda a sexualidade na pessoa com deficiência.
Se você se interessa, mande e-mail para: inclusaonatv@gmail.com
Para conhecer nosso projeto, acesse:
http://inclusaonatv.blogspot.com/

Atenciosamente,
Laila

Daniel Savio disse...

Só falta dizer que era uma velhinha que fez esta boa vontade...

Estranhamente, elas que acabam sendo a que nos ensinam bondades (mesmo o teu corpo não tendo a mesma vivacidade de outrora - geralmente, elas tem várias dores e mesmo assim, se preocupam com o bem estar de todos)...

Fique com Deus, menina Natália.
Um abraço.

Natália disse...

Que estes passáros nos ensinem a voar, sempre.

Enquanto isto não acontece, pego uma carona em suas asas.

-

Dani!

Tô lendo um livro bem bacana, chama "Sem Perder a Alma" - Ricardo Gondim. São crônicas, numa delas um velhinho diz: "Sabe qual é a maior riqueza de um senhor com mais de 70 anos? Discernir o que é realmente importante do que não tem nenhum valor."

Imagino que chegar no fim da vida é sinônimo de entender que nada que precisa de sentido, faz sentido.

-

Beijos,