terça-feira, 21 de julho de 2009

É tão bom tê-los por perto

Eu aprendi! Eu aprendi que se pode encontrar o verdadeiro sentido da vida em panelas de brigadeiro e gargalhadas gritantes. Eu amadureci! Eu amadureci aprendendo que nada, nada neste mundo, paga a sua felicidade e que posso lutar por ela até o fim. Eu reconheci! Eu reconheci que não há felicidade na solidão e que você é a forma mais gostosa de me sentir acompanhada. Eu errei! Eu errei pensando que era certa demais e encontrei em você o caminho para acertarmos juntos outra vez. Eu percebi que posso me perder, eu percebi que você é o meu guia. Eu tropeçei! Eu tropeçei e cai em braços estendidos. Eu comprovei! Eu comprovei que o dinheiro não tem o minímo valor diante da sua criatividade. Eu tentei e, por muitas vezes não consegui, mas encontrei você do outro lado. Do lado dos bons, dos verdadeiros amigos.
Ainda que dedicasse todos os dias da minha vida a agradecer, ainda seria pouco! Hoje eu sou melhor pq. sou a soma de nós. Você mudou o meu mundo com armas de paz!
Obrigada por hoje e por toda a minha vida!
Feliz dia do amigo!
A todos os verdadeiros e bons!
Por Natália Oliveira

7 comentários:

sblogonoff café disse...

Lindo!

Cada amigo verdadeiro é como uma estrela que continua brilhando mesmo não estando lá!

Beijos e Sopro de Eves.

Ah, comentei sobre originalidade no seu post abaixo.

Rafael disse...

"Eu reconheci que não há felicidade na solidão e que você é a forma mais gostosa de me sentir acompanhada."

isso me lembrou o filme "into the wild" na qual o personagem principal se ve sozinho dp d procurar a felicidade longe de todos e diz: " A felicidde soh eh verdadeira qd eh compartilhada".

parabens pelo texto,vc tem um dom :)

bj

Daniel Savio disse...

Feliz dia dos amigos, mesmo que no meu caso seja um pouco atrasado...

Mas as vezes prefiro estar sozinho, mas troco a minha solidão pela companhia de um amigo sempre...

Fique com Deus, menina Natália.
Um abraço.

Renato disse...

"Da saudade na campa enegrecida
Guardo a lembrança que me sangra o peito,
Mas que no entanto me alimenta a vida."
Augusto dos Anjos


Mesmo na distância, nossa amizade permanece sólida.

Obrigado por me conceder a alegria de te chamar de amiga.

Adorei o texto. Tu escreve muito bem - tem talento no mundo das letras.

Quanto tu escrever um livro,eu quero ser o primeiro a fazer a crítica literária dele - risos.

Pensamento aqui é Documento disse...

Amigos!

Um bem necessário!

=D

Opa!

Vou lá ver, Mi!
-

Quem nasceu para viver sozinho, né Rafa?

Vou ver o filme!

=D
-

Dani,

para te fazer companhia, eu postei um dia depois da data!

rs

-

Rê!

Com certeza, você será o primeiro!

O prazer é todo e exclusivo meu!

Te amo muito, já disse?

-

O melhor espelho é um velho amigo (George Herbert).

Obrigada pela gostosa presença.

Vocês me fazem um bem, que vai além do virtual!

Dayse Oliveira disse...

Oh querida... descobri tanta coisa boa em você. E com você descobri outras mil maravilhas. Obrigada pelas palavras. Lindas como sempre...

Natália disse...

E nós descobrimos muitas juntas!

=D

Somos uma eterna troca!

Beiiijos
-

Preciso voltar a postar!

rs

Em breve, me breve.